A Matemática Contemporânea

sexta-feira, 26 maio 2017

O artigo do professor Antonio Ronaldo Gomes Garcia, em homenagem ao Dia da Matemática, mostra como essa matéria é importante para impulsionar a ciência

Existiu ou existe alguma civilização que não tem a Matemática como uma ciência importante para o seu desenvolvimento? É certo que não, desde o aparecimento do ser pensante, o homem, a Matemática esteve, está e estará sempre presente. O homem sempre procurou se desenvolver, criar novas e cada vez mais sofisticadas tecnologias de modo que a forma bem elaborada de pensar, esteve sempre presente no homem. Vemos na Matemática uma importante forma de pensar e elaborar novas e mais distintas tecnologias. O computador, o celular, o rádio a televisão, os meios de comunicação em geral se modernizaram, e um dos fatores responsável por isto foi o desenvolvimento da Matemática como ciência mãe impulsionando as demais ciências e áreas como as mais diversas Engenharias, Física, Economia, Computação e etc.

O avanço da tecnologia nos dias atuais se deve ao avanço da Matemática, toda e qualquer civilização que queira ter progresso precisa investir nas ciências exatas para adquirir novas e mais modernas e eficientes tecnologias e crescer no mundo dos negócios, o país que investe neste setor da economia crescer e importando tecnologias e patentes. 

A Matemática como ciência (exata) não é algo parado no tempo, pelo contrário a Matemática é uma das ciências que mais cresce, que mais se desenvolve nos dias atuais, pesquisadores de todo o mundo, em geral, nas universidades e centro de pesquisas, desenvolvem uma Matemática que engloba suas subáreas, tais como: Equações Diferenciais Parciais e Ordinárias lineares ou não, Análise Matemática, Matemática Aplicada, Álgebra, Geometria Diferencial, Matemática Discreta e Estatística, mandando os seus artigos científicos, resultados de suas pesquisas, para as mais diversas revistas especializadas dentro de cada subárea. Estes artigos nada mais são do que contribuições a ciência Matemática que são lidos por pares ou por pesquisadores de áreas afins, gerando assim, novos trabalhos de cunho teórico e prático.

Estamos vivendo no Brasil o Biênio da Matemática (2017-2018) com o tema “A MATEMÁTICA POTENCIALIZANDO O FUTURO” serão dois anos de eventos e ações que colocarão a Matemática, Ciência e Tecnologia no foco da comunicação, contribuindo assim, para o crescimento do país e o desenvolvimento humano. Durante este período, o país sediará pela primeira vez na História a Olimpíada Internacional da Matemática a IMO2017 e o Congresso Internacional de Matemática ICM2018, o mais importante evento do mundo voltado para a Matemática. Sem dúvida este fato mostra o quão a Matemática é importante para o desenvolvimento de um país e o quão ela está presente no desenvolvimento tecnológico de uma nação. Os investimentos em Matemática proporciona grandes avanços sociais, deixa uma nação na frente do ponto de vista da Ciência e Tecnologia.

O Biênio da Matemática[1] é uma ação de ensino, é uma ação que tenta mostrar para toda a sociedade o quão é importante a disciplina de Matemática em todos os níveis de ensino. Como está explícito no site do evento logo acima é  “um movimento que pretende abrir portas importantes para o crescimento do Brasil e dos brasileiros.” Agora, em se tratando de ensino de Matemática no Brasil nas escolas se veem muita fragilidade neste ensino. Embora, nas universiodades brasileiras existam cursos de Matemática em nível de Graduação, Mestrado e Doutorado, existam excelentes professores e pesquisadores, no nível básico, nas escolas, em geral, de ensino Fundamental e Médio este ensino é muito fragilizado, portanto, muito fraco. Pensando nisto um grupo de professores entre eles o Prof. Dr. Elom Lages Lima (in Memorian) no Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e a Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) idealizaram o maior programa de Mestrado Profissional do país, o Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (PROFMAT) para atender aos professores de Matemática de todo país, com prioridade os professores de Matemática da Rede Pública de Ensino. Está ideia surge em 2010, sendo que o primeiro edital o de 29 de dezembro foi para as turmas de abril de 2011[2]. As instituições promotoras são: IMPA e SBM e as instituições associadas em torno de 60, são as inúmeras universidades brasileiras selecionadas via edital de adesão, no Rio Grande do Norte, por exemplo, as universidades associadas UFRN e UFERSA, sendo que em 2011, logo na primeira turma, na URFN funcionava uma turma em Natal (Campus Central) e outra no Campus de Caicó, atualmente, a UFRN mantém apenas o curso no Campus Central.

O PROFMAT é um Mestrado Profissional semipresencial e vem para fortalecer de forma certificada os professores de Matemática para com isto melhorar a qualidade do ensino de Matemática nas nossas escolas, com respeito ao Ensino de Matemática Básica. De fato, é um grande programa e vem melhorando substancialmente o Ensino de Matemática básica nas escolas públicas e privada de todo o país. Isto mostra que de certo modo toda a sociedade se preoculpar com o analfabetismo matemático do seu povo e investe para que este ensino seja de qualidade formando uma força de trabalho pensante que raciocine boas soluções para os problemas do dia a dia da sua profissão. Quanto mais qualificada for a profissão, mais necessidade de se conhecer uma boa Matemática para ter acesso a vaga e conseguir continuar com sucesso.

O Biênio da Matemática e o PROFMAT são dois exemplos que mostram a presença da Matemática no mundo atual, e que de certo modo está dizendo para toda a sociedade que é necessário se investir em Matemática, se queremos ter uma país que realmente faça Ciência e Tecnologia de qualidade ficando na frente daqueles, que neste ponto não evoluíram ou evoluíram pouco, por também, ter investido pouco ou mal, nesta tão importante área do saber humano. 

Referências 

Antonio Ronaldo Gomes Garcia é professor doutor do Centro de Ciências Exatas e Naturais (DCEN) da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa).

As afirmações e conceitos emitidos em artigos assinados são de absoluta responsabilidade dos seus autores, não expressando necessariamente a opinião do portal. 

Os comentários estão desativados.

Site desenvolvido pela Interativa Digital