Programa Aedes em Foco entra em cena no Ceará

quarta-feira, 21 junho 2017

Universidade Federal do Ceará e Governo do Estado assinam termo de combate ao Aedes aegypti

 Na última semana (16), o reitor da Universidade Federal do Ceará, professor Henry Campos, e o Governador do Estado do Ceará, Camilo Santana, assinaram termo de cooperação técnica para implementação do Programa Aedes em Foco. A iniciativa, desenvolvida pela universidade, visa estimular o engajamento da população no combate ao mosquito.

O reitor da UFC destacou que a ferramenta desenvolvida pela universidade possibilita aos usuários mapear focos em suas residências e vizinhanças e receber informações sobre os procedimentos necessários para romper o ciclo reprodutivo do Aedes aegypti.

Durante o evento, foi apresentado o aplicativo Aedes em Foco, desenvolvido pelo Instituto UFC Virtual sob coordenação do professor Henrique Pequeno, a partir de idealização do professor Ivo Castelo Branco, diretor do Núcleo de Medicina Tropical da UFC.

Professores, pesquisadores, servidores técnico-administrativos e estudantes da universidade estão envolvidos no combate ao Aedes aegypti, agente transmissor da dengue, da zika, da chikungunya e da febre amarela, por meio da campanha “UFC e você contra o mosquito”. 

Incidências

A situação do Ceará em relação às arboviroses é preocupante. Dados divulgados pelo Ministério da Saúde revelaram que o Ceará tem nove cidades com as maiores incidências de dengue e chikungunya do Brasil entre janeiro e maio de 2017. O município de General Sampaio lidera a lista, com 3.856 casos por 100 mil habitantes em abril.

De acordo com o último boletim epidemiológico de arboviroses divulgado pela Secretaria da Saúde, no dia 9 de junho, esse ano já foram confirmados 10.714 casos de dengue, 31.482 de chikungunya e 331 de zika.

A projeção da Secretaria Municipal da Saúde de Fortaleza (SMS) é de que haja redução no número de casos a partir do segundo semestre, uma vez que as condições ambientais do período não são favoráveis ao mosquito. Ações de conscientização para controle do mosquito e vistoria domicilar serão realizadas pela SMS até o fim de julho.

Confira a apresentação do Programa Aedes em Foco.

* Com informações da UFC

A coluna SCIARÁ é atualizada quinzenalmente. Leia, opine, compartilhe, curta. Use a hashtag #Sciará. Estamos no Facebook (nossaciencia), Instagram (nossaciencia), Twitter (nossaciencia).

Se você ainda não leu a edição anterior leia agora .

Os comentários estão desativados.

Site desenvolvido pela Interativa Digital