Logo Nossa Ciência

Divulgação científica é o nosso negócio.

Terça, 22 de Agosto de 2017

Especial 1 ano Nossa Ciência Quinta, 13 de Outubro de 2016

Como um desafio se tornou realidade

Crédito: Designer Emilio Olfer

As jornalistas Edna Ferreira e Mônica Costa transformaram uma ideia de divulgação num portal promissor que completa seu primeiro ano no ar 

Se a vida te der um limão, faça uma limonada. A máxima popular traduz, em parte, o surgimento do portal Nossa Ciência. No caldeirão das oportunidades entraram duas jornalistas – Edna Ferreira e Mônica Costa - com larga experiência em divulgação de ciência e tecnologia; desemprego e espírito empreendedor, além de porções de apoio familiar e uma pitada de patrocínio. E vejam onde chegamos, um ano no ar com mais de 65 mil acessos!

O primeiro desafio foi a escolha do nome: não pode ser longo, deve ser regional, mas com possibilidades de expansão, objetivo ... que tal Nossa Ciência. O nome soou de forma simpática, simples e eficiente. Fechou, agora mãos à obra para publicar as matérias.

No início, usamos nossa boa e velha agenda de contatos e recolhemos opiniões sobre esse novo canal de divulgação de CT&I do nordeste. A ideia foi muito bem recebida por todos da comunidade científica, empresários, jornalistas, secretarias e demais entes públicos. As palavras de apoio eram sempre seguidas pelos votos de sucesso. E assim nasceram as primeiras pautas que começaram a ser trabalhadas antes mesmo do portal entrar no ar.

A primeira edição

Pensando grande, resolvermos que nosso primeiro entrevistado seria um ex-ministro, e por que não? Fizemos o convite ao professor Sergio Rezende e ele aceitou. Partimos para Recife, para o Departamento de Física da Universidade Federal de Pernambuco, e a entrevista foi muito boa. Ainda na capital pernambucana entrevistamos o professor Silvio Meira; a secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação do estado, Lúcia Melo; e fizemos uma matéria sobre leishmaniose com um grupo de pesquisa da Fiocruz-PE. Pronto, a primeira edição estava garantida!

A partir daí, o trem da divulgação entrou nos trilhos e não parou mais. Ao longo desse primeiro ano, foram 365 matérias publicadas e 145 pesquisadores e gestores de instituições que serviram de fonte individual para todo esse material publicado. Todas essas informações e números robustos foram transformados em gráficos e tabelas que ajudam a visualizar a nossa trajetória. Essa parte da história pode ser conferida na matéria O Perfil de um pioneiro, que abriu nossa semana de comemoração.

Nesse período, reunimos uma galeria interessante de entrevistados e personagens: de ministros a neurocientistas, passando por químicos, engenheiros, biólogos, empreendedores e inovadores, reitores e reitoras, toda sorte de pesquisadores das mais diferentes áreas da ciência e da tecnologia. Os ministros Aldo Rebelo e Gilberto Kassab; a reitora da UFRN, Ângela Cruz; os professores Sidarta Ribeiro, Bernadete Souza, Aldo Lima, Vanderlan Bolzani, Isaac Roitman, Helinando Oliveira, Nelson Preto, João Whitaker, Fátima Ximenes, Nagib Nassar, Eliezer Barreiro, Cláudia Santa Rosa são alguns exemplos dessa grandiosa lista.

Mídias sociais

E não bastou divulgar as matérias no portal, o NC também investiu nas mídias sociais criando uma fanpage no Facebook e perfis no Instagram, Whatsapp e Twitter. A estratégia tem dado certo, alcançamos mais de 5 mil seguidores no Instagram, por exemplo, mil no Twitter e mais de 900 no Face. Pelo Whatsapp enviamos pílulas diárias para mais de 200 contatos sobre os principais assuntos em destaque no portal.

Em 6 de outubro de 2015 lançamos nosso primeiro informativo semanal, como forma de levar aos nossos leitores, via email, os destaques do portal. Hoje, estamos na edição de número 45 e 25 mil endereços cadastrados. Se você ainda não recebe nosso boletim, cadastre seu e-mail no rodapé da nossa página inicial.

Depoimentos

Muitas mensagens de parabéns chegaram e continuam chegando. Todas podem ser conferidas na editoria Especial 1 Ano Nossa Ciência, porém algumas valem ser destacadas:

Ângela Maria Paiva Cruz, reitora da UFRN e presidente da Andifes – Associação Nacional de Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior, ressalta o papel social do portal NC que contribui para a popularização da ciência. “Em um período em que o mundo inteiro atravessa uma grave crise econômica, a qual impactou fortemente no Brasil o orçamento público das instituições federais de ensino superior (Ifes), chama-nos atenção o papel social deste portal de notícias para a popularização da ciência no país, principalmente na Região Nordeste. Divulgação científica faz parte do processo de pesquisa que, inevitavelmente, começa por uma pergunta, um questionamento, passa pela revelação das descobertas e se reinicia mediante novas demandas da comunidade científica e da sociedade. Entretanto, a mediação das informações exige uma linguagem simples, objetividade e agilidade para que a produção científica seja, cada vez mais, objeto de uso diário pela sociedade brasileira. Parabéns à esta valorosa iniciativa destas duas experientes jornalistas, por criar e manter o Portal Nossa Ciência, em âmbito potiguar. Que esta experiência sirva também de exemplo para futuros divulgadores da ciência, tecnologia e inovação do país.”, declarou.

Para Isaac Roitman, coordenador do Núcleo de Estudos do Futuro da Universidade de Brasília (UnB) a celebração do primeiro aniversário do Nossa Ciência é legitima e virtuosa. “O Portal veio preencher uma lacuna na divulgação científica do Nordeste. Um grande número de Instituições de Ensino Superior e Centros e Institutos de Pesquisas estão localizados na região Nordeste contribuindo para a produção do saber e para a solução de problemas do cotidiano. O Portal é uma ponte de comunicação importante entre os pesquisadores e a sociedade. Vida longa para o para o Portal Nossa Ciência." afirmou.

Já Fernando Peregrino, vice presidente do Confies – Conselho Nacional das Fundações de Apoio às instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica falou que o Nossa Ciência é um exemplo a ser seguido. “Com surpresa conheci NC quando estive na UFRN, em Natal há alguns meses para falar sobre inovação e o Marco legal! Visitei então o site e pude perceber quanto é importante essa iniciativa. A jornalista Edna Ferreira conhecia nos tempos que fui Presidente da Faperj e apostei na preparação dos jornalistas de ciência e tecnologia na década de 90 ainda. Creio que o Nordeste tem nas mãos um exemplo a ser seguido. A divulgação da ciência pode despertar mais ainda a sociedade a compreender a sua importância para o progresso econômico e social de nosso País. Parabéns ao NC!”, disse.

Inspirada e motivada com o reconhecimento da comunidade científica brasileira e com tantos votos de sucesso, a equipe do Nossa Ciência aposta na continuidade e no crescimento do portal. Que venham os próximos anos com novos desafios e repleto de boas notícias para divulgarmos.

Edna Ferreira

Voltar página

Deixe seu comentário