Ações em prol da Ciência e Tecnologia no Piauí Políticas de C&T

terça-feira, 27 março 2018
Francisco Guedes Alcoforado Filho, presidente da Fapepi (Foto: Ascom/Fapepi)

Parceria entre Fapepi, Capes e CNPq irá disponibilizar mais de R$ 33 milhões para a pesquisa no estado do Piauí

Ações que visam estimular o desenvolvimento de programas de pós-graduações nas instituições de ensino superior do Piauí, estruturar e modernizar a infraestrutura disponível para a pesquisa científica e tecnológica no estado, além de incentivar o surgimento de novos núcleos de excelência em linhas de pesquisa prioritárias são anunciadas nesta terça (27). Os editais lançados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) estão vinculados aos convênios firmados com a Coordenação de Aperfeiçoamento Pessoal de Nível Superior (Capes) e com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq),

Ao todo, os editais devem disponibilizar mais de R$ 33 milhões para o incentivo à pesquisa no Piauí, ao longo do período de cinco anos. O acordo com a Capes inicialmente prevê a concessão de 180 bolsas de mestrado e 100 bolsas de doutorado. O programa também irá abranger bolsas de pós-doutorado.

Já o convênio assinado entre Fapepi e CNPq visa apoiar projetos de pesquisas a aquisição, instalação, modernização, ampliação ou recuperação da infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica nas instituições de ensino superior, visando dar suporte à fixação de jovens pesquisadores e formação de novos grupos de pesquisa, em quaisquer áreas do conhecimento, no Piauí.

O acordo com o CNPq também engloba o apoio a execução de projetos de grupos emergentes, a fim de permitir a consolidação de linhas de pesquisa prioritárias, induzindo a formação de novos núcleos de excelência, visando dar suporte financeiro aos estudos destes grupos. Juntos, os dois programas irão disponibilizar R$ 3,2 milhões.

Cooperação com a Embrapa

Também na terça-feira (27), a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí (Fapepi) e a Empresa Brasileira de pesquisa Agropecuária (Embrapa) irão firmar um convênio visando a geração de tecnologias para o cultivo sustentável da cajazeira. O termo que estabelece o incentivo à pesquisas e atividades que visem a criação de novas tecnologias para melhoria no cultivo do cajá no Piauí.

O investimento da Fapepi será de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais) para ser utilizado na forma de bolsas e auxílios financeiros.  A Embrapa contribuirá com a importância de R$ 1.169.708, 00 (Um milhão cento e sessenta e nove mil e setecentos e oito reais) para empregar na infraestrutura e custos de seu pessoal envolvido.

Com informações da Ascom/Fapepi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital