Água é tema de debates em várias cidades

segunda-feira, 21 março 2016

A partir de hoje (21) e por toda a semana, várias instituições sediadas nos estados nordestinos realizam eventos e atividades para comemorar o Dia Mundial da Água , comemorado em 22 de março.

O Dia Mundial da Água é celebrado desde 1993. Foi criado pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) para celebrar e criar um momento de reflexão, análise, conscientização e elaboração de medidas práticas para o uso consciente e responsável dos recursos hídricos. O tema da edição de 2016 é Água e empregos: investir em água é investir em empregos.

“No entanto, apesar dos esforços e resultados positivos obtidos até agora, a Organização das Nações unidas estima que ainda hoje cerca de 750 milhões de pessoas não têm acesso a água potável e mais de dois bilhões e meio de pessoas não dispõem de saneamento básico”, afirma o coordenadores do programa de Extensão da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Ulysses Gomes Cortez Lopes.

Maceió

A UFAL terá programação no Campus A.C. Simões, em Maceió e no Campus do Sertão, em Delmiro Gouveia. Na capital, o Debate Grandes Temas vai discutir Água: dinamismo econômico, qualidade de vida, no auditório da reitoria, no dia 21 de março, às 19h. Os palestrantes serão: Gabriel Louis Le Campion (ICBS/Ufal), Rochana Campos (CTEC/Ufal) e Valmir Pedrosa (CTEC/Ufal).

“Nós, da Pró-reitoria de Extensão, através do programa Ufal Debate Grandes Temas, enaltecemos, mais uma vez, as águas não apenas como recurso, mas como elemento fundamental à biosfera e, desta vez, pretendemos explicitar a pertinência em se discutir a temática, evidenciando a importância de se ter água potável em abundância e disponibilidade. Não obstante, o sustento e a qualidade de vida de milhões de pessoas estão relacionados com o uso e o destino adequado desse recurso essencial à vida”, destaca o coordenador do programa.

Delmiro Gouveia

No dia 21 de março, o Procondel Sudene promove na cidade de Delmiro Gouveia, no sertão de Alagoas, mais uma edição do Ciclo de Debates Sudene, com o tema “Energia, Desenvolvimento e Meio Ambiente”. O objetivo do evento, a ser realizado no auditório do Campus do Sertão/UFAL, é discutir os desafios e perspectivas do desenvolvimento da região do sertão do São Francisco, que se espalha por quatro estados nordestinos (Bahia, Pernambuco, Sergipe e Alagoas), a partir de seus aspectos energéticos, ambientais e socioeconômicos.

Em Delmiro Gouveia, município localizado às margens da cachoeira de Paulo Afonso, no rio São Francisco, foi construída em 1913 a usina hidrelétrica de Angiquinho, primeira da região Nordeste. Anos depois, em 1948, era iniciada na região a construção do Complexo Hidrelétrico de Paulo Afonso, que atualmente produz 4.300 MW de eletricidade. Hoje, são realizadas as obras de transposição do rio São Francisco, que ao mesmo tempo em que prometem amenizar os problemas da seca e trazer desenvolvimento, provocam discussões sobre os possíveis impactos no ecossistema da região.

Participam desta edição do Ciclo de Debates Sudene representantes da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal), da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) do Governo do estado de Pernambuco e do Comitê da Bacia Hidrográfica do São Francisco (CBHSF).

UFCG

As comemorações da Universidade Federal de Campina Grande ocorrem nos dias 21 e 22 de março, no Centro de Educação e Saúde (CES), campus de Cuité. A IV Semana da Água tem em sua programação apresentação de palestras, mesa redonda, minicursos, painéis, além da Mostra de Iniciação Científica Júnior. Veja a programação completa

Ufersa

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido realiza diversas ações e projetos, por meio dos cursos de Ciência e Tecnologia, Educação no Campo, Ecologia e Engenharia Civil, de 21 a 24 de março.

O projeto tem por tema “O mundo tem sede de iniciativas”. Entre as ações e projetos desenvolvidos no Campus Mossoró estão: Arborização e bem estar (Ecologia); Adote uma edificação (Ciência e Tecnologia Noturno); A cada descarga um litro a menos de água (Ciência e Tecnologia Diurno) e Oficinas águas de março (Educação no campo). No Câmpus Angicos os projetos são: Exposição de técnicas sustentáveis (Engenharia Civil e Ciência e Tecnologia) e Sensibilização para importância da água (Engenharia Civil e Ciência e Tecnologia). Os estudantes estão recebendo o apoio dos setores de manutenção e de arborização da Ufersa para a execução de algumas atividades.

Ainda na mesma semana acontecerá a exibição do documentário “Cowspiracy: o segredo da sustentabilidade”, no dia 22 de março, no auditório do Departamento de Ciências Ambientais e Tecnológicas – DCAT, Campus Leste, e também a I Amostra de Cinema: Mulheres da Lama do Ledoc, no dia 24 de março, no auditório da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura – PROEC. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital