ONU discute direitos reprodutivos em Natal Geral

quinta-feira, 29 março 2018
UNFPA/Divulgação

Fundo de População das Nações Unidas debate o tema com estudantes durante congresso de medicina realizado em Natal

Gravidez na adolescência, violência obstétrica, planejamento familiar, ampliação de cuidados às mulheres, adolescentes e jovens, e necessidade de mais informações e educação em saúde sexual e reprodutiva. Todos estes temas estiveram em pauta durante o I Congresso Brasileiro Médico-Estudantil de Habilidades Médicas, realizado em Natal (RN) pela Federação Internacional de Associações de Estudantes de Medicina, realizado no último dia 25, em Natal, Rio Grande do Norte.

UNFPA/Divulgação

Entre os destaques do evento, esteve a participação do Fundo de População das Nações Unidas (Unfpa), que conduziu os debates, enfatizando o papel dos futuros médicos para o acesso universal à saúde e aos direitos reprodutivos. O Unfpa ressaltou aos futuros médicos a importância de estabelecer mudanças de atitudes e o desenvolvimento de habilidades para a promoção e assistência à saúde na perspectiva da diversidade sexual, equidade de gênero, fim da violência contra a mulher e, sobretudo, a garantia de direitos.

Estiveram presentes mais de 130 estudantes de medicina oriundos de Santa Catarina, Rio Grande do Norte, Pará, Pernambuco, Paraíba, Paraná, Piauí, Sergipe, Bahia, Alagoas.

Luana França com informações da UNFPA/Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital