SBPC debate Democratização da Comunicação Políticas de C&T

quarta-feira, 30 maio 2018

Evento em Salvador faz parte dos Seminários Temáticos organizados da entidade. Objetivo é reunir propostas e apresentar aos candidatos ao Executivo e Legislativo das próximas eleições

A Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência – SBPC realiza em Salvador no próximo dia 04 de junho de 2018, o terceiro dos oito Seminários Temáticos que estão sendo promovidos com objetivo de apresentar propostas para os candidatos ao Executivo e Legislativo, tanto nas esferas estaduais como federal. O tema da reunião em Salvador é a Democratização da Comunicação no Brasil.

Foram criados pela SBPC oito Grupos de Trabalho com o objetivo de elaborar propostas sobre temas como Políticas Públicas em CT&I, Educação Básica, Superior e Pós graduação, Direitos Humanos, Desenvolvimento Sustentável, Amazônia e Saúde pública.

Os seminários estão acontecendo em diversas cidades brasileiras e os seus resultados serão também apresentados sob a forma de painéis na 70ª Reunião Anual da SBPC que acontecerá em julho na Universidade Federal de Alagoas, em Maceió, quando a SBPC celebra 70 anos.

A coordenação do GT Democratização da Comunicação no Brasil é do professor Nelson Pretto, titular da Faculdade de Educação da Universidade Federal da Bahia (UFBA), e integram o referido GT pesquisadores de diversos sociedades científicas e ativista da comunicação.

O evento em Salvador será no auditório Leopoldo Amaral da Escola Politécnica da UFBA, na Federação (Rua Aristides Novis, 02), com transmissão ao vivo pelo canal www.canalpolemicas.faced.ufba.br. A participação é aberta sem necessidade de inscrição.

Veja a programação completa.

A equipe do Nossa Ciência acompanhou o primeiro Seminário Temático da SBPC, em Recife, e publicou a Carta Pernambuco com os resultados da reunião.

Confira a cobertura:

Gestores estaduais de CTI alertam par o papel dos estados na política científica brasileira

Novos governantes e parlamentares devem reconhecer que ciência e tecnologia são fundamentais

Brasil tem que escolher se será produtor ou apenas consumidor do desenvolvimento global

Sidarta Ribeiro defende união da comunidade científica como ação política

Fonte: UFBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital