UFRN representará Brasil em evento internacional Educação

quarta-feira, 29 novembro 2017

Evento em Cuba discutirá os objetivos para o Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) representará o Brasil na 11ª edição do Congresso Internacional de Educação Superior “Universidad 2018”, sobre os objetivos para o Desenvolvimento Sustentável na Agenda 2030, fixados pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 2015. O evento será em Havana, entre os dias 12 a 16 de fevereiro de 2018, no Palácio das Convenções de Havana, com o lema “A Universidade e a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”.

O Ministério de Ensino Superior de Cuba convidou a reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, como uma das vozes do país para falar, durante o evento. O convite foi feito na manhã desta segunda-feira, 27, durante reunião da reitora com Aurora Fernandes González, vice-ministra de Educação Superior de Cuba.  Ângela Paiva representa a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) na Comissão Nacional dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, criada pelo Governo Federal para acompanhar, internalizar, interiorizar e difundir a execução da Agenda. Um dos objetivos para o Desenvolvimento Sustentável presentes no documento da ONU trata especificamente da Educação de Qualidade.

Destacando que o Congresso é reconhecido no âmbito acadêmico e que sempre suscitou um debate reflexivo desde seu início, a reitora confirmou participação no evento. Ela aproveitou a oportunidade para explicar a situação acadêmica da Universidade, destacando que, apesar dos cortes financeiros, a UFRN tem tido a comemorar, como foi o caso do Programa de Pós-Graduação em Ciências e Engenharia de Materiais, primeiro no estado a alcançar conceito 7, o que significa nível internacional de excelência.

Também estiveram presentes o secretário de Relações Internacionais e Interinstitucionais, Márcio Venício Barbosa, e o diretor da Escola Multicampi de Ciências Médicas (EMCM), George Dantas de Azevedo. Este último salientou que a EMCM pretende enviar uma equipe de professores para expor, no congresso, a proposta pedagógica adotada na Escola. Para ele, o objetivo desta ação é “apresentar e compartilhar experiências em um país referência no ensino médico”.

Redação com informações da Ascom/UFRN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital