Bodas de ouro Ciência Nordestina

terça-feira, 7 agosto 2018

Professor Helinando Oliveira apresenta um cordel para comemorar a edição de número 50 de sua coluna semanal

Nesta quinquagésima matéria da Coluna Ciência Nordestina gostaríamos de fazer um agradecimento à Equipe do Portal Nossa Ciência, em especial à jornalista Mônica Costa, que com seu entusiasmo e espírito inovador muito bem representa a chama que mantem aceso um portal nordestino de divulgação científica. Vida longa ao Nossa Ciência. E para comemorar as “bodas de ouro” de nossa coluna, resolvi dar uma reforçada no sotaque e tradição nordestinos. Ao invés do texto de toda semana, hoje seguiremos de Cordel, especialmente apresentado para esta data singular.

Um viva à ciência nordestina e brasileira! Resistiremos!

E tão rápido quanto um feixe de luz
A coluna Ciência Nordestina chegou à sua matéria de número cinquenta
Falamos de nanotecnologia, polímeros, grafenos, bactérias – daquilo que nos seduz
Falamos de amor, oportunidade e sonhos
Mas também de amarguras, dos entreguismos enfadonhos
Mostramos que estes são tempos medonhos
E que nesta batida, ela (a ciência) não aguenta
Um congelamento não pode nos levar à década de sessenta
Pois o povo e a sua ciência precisam voltar a sorrir
Queremos fazer o conhecimento fluir
Fazer esse país ter igualdade social
Queremos que a ciência seja inclusiva
Que seja a porta para o melhor que está por vir
Que ela seja vida
Esperança e dignidade
Que seja a saída para a felicidade
Dessa gente pobre tão inteligente
Que só precisa de um empurrãozinho para chegar ao infinito
Respeite a ciência, seu moço
Devolva nosso ministério
Porque para crescer não há mistério
É só dividir e dar oportunidade
Esquece desta desgraça chamada neoliberalismo
Isso não passa de modismo
De uma cultura de morte e escravidão
Nosso povo quer criar e ser imensidão
Quer estudar e inventar
E por este Brasil melhor que vem
Seguiremos gritando e pedindo respeito
A este povo que ainda sorri satisfeito
sem saber do poder que tem.

A coluna Ciência Nordestina é atualizada às terças-feiras. Leia, opine, compartilhe e curta. Estamos no Facebook (nossaciencia), Twitter (nossaciencia), Instagram (nossaciencia) e temos email (redacao@nossaciencia.com.br). Use a hashtag CiênciaNordestina.

Leia o texto anterior: Reconhecimento no  século XXI

Helinando Oliveira é Professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) desde 2004 e coordenador do Laboratório de Espectroscopia de Impedância e Materiais Orgânicos (LEIMO).

Helinando Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital