Chamada aberta para pesquisadores de vírus zika Saúde

quinta-feira, 11 agosto 2016

A iniciativa faz parte do programa Institutional Links do British Council econta com a parceria das Fundações de Amparo à Pesquisa da Paraíba, Alagoas, Pernambuco e Ceará

Até o dia 12 de setembro de 2016 estão abertas inscrições para o programa Institutional Links, que estabelece conexões e incentiva parcerias entre instituições brasileiras e britânicas e conta com recursos do Newton Fund, uma iniciativa do governo britânico que visa promover o desenvolvimento social e econômico dos 15 países parceiros, por meio de pesquisa, ciência e da tecnologia. Esta iniciativa é uma parceria entre o British Council, a Fundação Oswaldo Cruz e as Fundações de Amparo à Pesquisa da Paraíba (Fapesq), Alagoas (Fapeal), Pernambuco (Facepe), Ceará (Funcap) e Distrito Federal (Fapdf).

O objetivo desta chamada é contribuir para a geração de conhecimento, metodologias, protocolos e programas de treinamento para os diversos profissionais em saúde, pesquisadores de diversas disciplinas e para diferentes setores da comunidade, todos envolvidos ou impactados pelo zika, buscando diminuir os impactos na saúde e sociais deste vírus.

Cada proposta deve ter um proponente Brasileiro e outro do Reino Unido e ser submetida conjuntamente no site global do British Council.  Ambas as instituições, brasileira e britânica, devem ter capacidade de administrar a concessão e as propostas cofinanciadas pelas FAPs parceiras listadas a cima, e que tenham participação de pesquisadores sêniores da Fiocruz fazendo parte da equipe do projeto, poderão utilizar recursos em espécie e plataformas disponibilizadas pela Fiocruz.

Coloboração em rede

O diretor-presidente da Fapeal, professor Fábio Guedes, explica que “a parceria entre as cinco fundações estaduais do Nordeste e do Distrito Federal, com o Conselho Britânico e a Fiocruz, tem um caráter inovador, por ser uma colaboração em rede”, comenta.

O diretor-presidente da Facepe, Abraham Sicsu, observou que os editais anteriores se detiam em questões como epidemiologia e vacinas, enquanto que este se foca no tratamento e assistência às vitimas deste processo e novos métodos para abordagem da questão, explicando que o foco preferencial para as pesquisas deve ser a assistência a mulheres grávidas e crianças recém-nascidas, afetadas pela microcefalia ou por um conjunto mais complexo de condições, que vêm sendo descrito como “síndrome congênita do vírus Zika”, exprimindo as alterações visuais,neurológicas, motoras e articulares que também estão sendo identificadas nos bebês.

Interdisciplinaridade

O tema Vírus zika deverá ser abordado de forma interdisciplinar, envolvendo pesquisa aplicada, tendo como foco central o desenvolvimento de capacidades e para responder ou prevenir os impactos sociais da síndrome congênita do zika no Brasil. Esta chamada irá financiar até 15 propostas, que devem ter duração entre 18 e 24 meses e orçamento máximo de £ 100,000 (cem mil libras esterlinas). Estes recursos serão desembolsados em dinheiro ou em espécies, dependendo do Estado e critérios de elegibilidade.

Para Diana Daste, Gerente do Newton Fund no British Council no Brasil, “esta parceria pretende dar resposta a uma emergência nacional e de prioridade estratégia no país. A chamada dispõe de mais de 1 milhão de Libras Esterlinas (mais de 5 milhões e seiscentos mil Reais) para gerar conhecimento, soluções e metodologias que atendam vulnerabilidades geradas pelo zika Vírus no Brasil. Além dos impactos na saúde, há implicações sociais, portanto o estímulo à pesquisa interdisciplinar e o desenvolvimento de conhecimento é essencial.”

Nesta chamada, podem se inscrever pesquisadores de instituições de pesquisa e instituições de ensino superior do Distrito Federal, Pernambuco, Alagoas, Paraíba e Ceará. Para os estados do Amazonas, Bahia, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro e Rondônia somente os proponentes (coordenadores principais do projeto), servidores da Fiocruz em atividade de pesquisa na instituição são elegíveis e poderão se candidatar.

A avaliação das propostas será realizada através de comitês científicos independentes, no Reino Unido e no Brasil. O resultado será divulgado no site do British Council no dia 30 de Novembro de 2016.

Como encontrar instituições parceiras no Reino Unido

A International Unit ajuda organizações brasileiras a encontrar instituições com interesses similares no Reino Unido para projetos do British Council financiados pelo Fundo Newton. Para saber mais, escreva para newton@international.ac.uk, indicando o assunto “Institutional Links – Brazil July call”.

Inscrições, edital e pré-requisitos em www.britishcouncil.org.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital