Ciência ao alcance de todos Especial

quinta-feira, 4 julho 2019

Portal Nossa Ciência: sinônimo de divulgação de pesquisas científicas e tecnológicas desenvolvidas no Nordeste

“A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original.”

Albert Einstein

Divulgar notícias sobre a ciência, tecnologia e inovação produzidas por pesquisadores, universidades e centros de pesquisa do Nordeste. Com esse objetivo, duas jornalistas amantes da ciência brasileira e com experiência em divulgação uniram mentes e corações para criar o portal Nossa Ciência. A potiguar Mônica Costa e a carioca Edna Ferreira lançaram em outubro de 2015 a primeira versão dessa iniciativa pioneira.

A ideia ganhou força graças aos resultados de uma pesquisa nacional realizada pelo então Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e divulgada naquele ano: “Percepção pública da ciência e tecnologia no Brasil”. O trabalho mostrou que o tema era o quinto que mais atraía a atenção da população. E a internet revelou-se o segundo canal na preferência do público (18%) na busca pela informação, atrás somente da TV (21%).

Para a jornalista Mônica Costa, uma das editoras do portal, o brasileiro ainda é muito carente de informações sobre os fatos científicos do país, mas está cada vez mais conectado. “Divulgar é ajudar a educar, não só sobre ciência. Entendemos como fundamental que os meios de comunicação colaborem para a apropriação social do conhecimento científico ao cotidiano da sociedade brasileira com uma linguagem acessível e de fácil compreensão”, opina.

E porque focar na região nordeste?

Ao longo desses quase 4 anos, o portal Nossa Ciência vem mostrando importantes trabalhos e iniciativas realizadas nos estados do nordeste, além do crescente destaque mundial de pesquisadores da região. Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe reúnem 29 universidades federais, 20 estaduais e 19 particulares, 18 institutos federais de educação, ciência e tecnologia só para citar alguns números.

Com o passar dos anos crescemos e os números estão aqui para comprovar: por exemplo, o total de visualizações em 2018 foi 155.055 e somente no primeiro semestre de 2019 já temos quase 100 mil visualizações (98.980). Comparando com o mesmo período em 2016, tivemos um crescimento de mais de 370% (dados do Google Analytics). Também nas redes sociais, o Nossa Ciência vai ocupando seu espaço. No Instagram são 8.402 seguidores, a Fan Page tem 2.054 curtidas e no Twitter são 1.430 seguidores. E não duvidem que vamos muito mais longe!

Nesse período, reunimos uma galeria interessante de entrevistados e personagens: de ministros a neurocientistas, passando por químicos, engenheiros, biólogos, empreendedores e inovadores, reitores e reitoras, toda sorte de pesquisadores das mais diferentes áreas da ciência, da tecnologia e da inovação. Os ex-ministros Sergio Rezende, Aldo Rebelo e Gilberto Kassab; o presidente da SBPC, Ildeu de Castro Moreira, secretários e ex-secretários de CT&I e Educação, além de vários gestores do setor. Esses são alguns exemplos de uma grandiosa lista.

Também marcamos presença na cobertura jornalística de eventos importantes da área, como o Seminário Temático da SBPC em Recife (2018), a Fórum Nacional do Conselho Nacional de Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), em João Pessoa (2019), além da oportunidade de apresentar nosso projeto pioneiro no 35º Encontro do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (Confies), em Maceió (2017).

Ciência ao alcance de todos

Para atingir a meta de divulgar e dar visibilidade social aos projetos científicos e tecnológicos desenvolvidos na região nordeste é preciso abrir as portas para a reflexão e o diálogo. Pensando nisso a equipe do portal lança a série de encontros Nossa Ciência em Debate apresentando a palestra “Os rumos da ciência na era do contingenciamento”. O objetivo é colocar em discussão a situação da ciência e dos pesquisadores brasileiros e refletir sobre os cortes na educação e no sistema de ciência, tecnologia e inovação.

“É saudável, essencial e democrático o debate de ideias, especialmente sobre os rumos da pesquisa científica no Brasil. Com mais essa iniciativa, o Nossa Ciência quer atender a comunidade científica local abrindo espaço para o diálogo e a busca de soluções”, resume a jornalista Edna Ferreira, também editora do portal.

Nesse primeiro encontro a professora Ângela Paiva Cruz, ex-reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) é a palestrante convidada. Ela vai colocar em debate os rumos possíveis para se continuar a fazer ciência no Brasil e o que falta para a sociedade enxergar ciência como investimento e não como gasto.

A professora tem uma boa expectativa deste encontro com os pesquisadores no Dia Nacional da Ciência e do Pesquisador Científico. “Será uma oportunidade para parabenizá-los pelo compromisso com a sociedade de construir conhecimento e formar recursos humanos para a pesquisa e inovação, que irão garantir desenvolvimento e soberania para o país”, destaca.

Vagas limitadas. Inscreva-se aqui.

Nossa Ciência em Debate

Palestra: “Os rumos da ciência na era do contingenciamento”

Data: dia 8 de julho de 2019

Horário: 8 horas

Local: Una Casa – Ponta Negra

Edna Ferreira e Mônica Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital