UFPB pode se tornar uma unidade da Embrapii Educação

sexta-feira, 4 junho 2021
Unidade da Embrapii funcionará no Centro de Energias Alternativas e Renováveis da UFPB.

Projetos serão na área de energias renováveis e credenciamento pode atrair para a Universidade recursos da ordem de R$ 3 milhões

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) pode se tornar, pela primeira vez, uma unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), com funcionamento no Centro de Energias Alternativas e Renováveis (CEAR) da Instituição.

A UFPB está concorrendo em processo seletivo aberto por meio de chamada pública para credenciamento de novas unidades em universidades federais. Conforme a proposta da federal paraibana, cada credenciado pode receber recursos da ordem de R$ 1,7 milhão para financiamento de projetos na área de energias renováveis, a serem implementados em parceria com empresas nacionais e internacionais. Mas o credenciamento pode atrair para a Universidade recursos da ordem de R$ 3 milhões.

O valor total para implementação dos projetos propostos pelo CEAR é da ordem de R$ 7 milhões, contando também com financiamento da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq) – cerca de R$ 1 milhão – e contrapartida da própria UFPB.

Como uma das etapas da seleção, a proposta da UFPB para projetos na área de geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, incluindo energias renováveis, foi apresentada aos dirigentes da Embrappi na última segunda-feira (31), em reunião online que contou com a participação do Reitor da UFPB, Prof. Vadiney Gouveia, de docentes da Universidade, entre eles o Diretor do Centro de Energias Alternativas e Renováveis (CEAR), Prof. Euler Macedo, e do Presidente da Fapesq, Roberto Germano.

Um dos requisitos exigidos na seleção é o histórico de projetos de pesquisa e desenvolvimento que a unidade candidata tenha realizado junto a empresas nacionais, no período de 2017 a 2019. “Nesse período, realizamos sete projetos, o que fez com que atendêssemos os requisitos para o credenciamento”, explicou o Diretor do CEAR, Prof. Euler Macedo.

De acordo com o Prof. Euler Macedo, essa parceria com a Embrappi pode consolidar a UFPB como centro de excelência em pesquisa, desenvolvimento e inovação. “Além de aproximar a indústria da Universidade, essa parceria também busca oferecer uma formação diferenciada para nossos alunos de graduação e pós-graduação, de forma a atender as demandas da indústria nacional”, ressaltou.

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial conta com 64 unidades instaladas em instituições da área de ciência e tecnologia do país com a finalidade de aproximá-las do setor industrial. A chamada pública em andamento prevê o credenciamento de até quatro novas unidades, pelo período de três anos (com possibilidade de renovação por igual período). O resultado final da seleção está previsto para o dia 18 de junho.

Fonte: Ascom da UFPB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital