Vigilância epidemiológica mais efetiva Inovação

domingo, 3 abril 2022

Novo programa de computador da UFRN recebeu o reconhecimento intelectual do INPI

O Instituto Nacional da Propriedade Intelectual (INPI) concedeu no dia 29 de março, o reconhecimento intelectual para um programa de computador que permite uma vigilância epidemiológica mais efetiva. O Salus permite o monitoramento ativo de pacientes na Atenção Primária em Saúde (APS), realizando o processamento e auxiliando na curadoria dos dados epidemiológicos.

Assim, apresenta-se como uma possível importante ferramenta, pois ainda que parte substancial do cuidado à saúde de uma pessoa seja realizado em outros níveis de atendimento, o nível primário tem a incumbência de organizar, coordenar e integrar esses cuidados, já que freqüentemente são realizados por profissionais de áreas diferentes ou terceiros, na maior parte das vezes com pouco diálogo entre si.

Fonte: ASCOM- Agência de Inovação da Reitoria/UFRN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital