Primavera da Ciência

segunda-feira, 25 setembro 2017

Natalenses fazem Marcha pela Ciência

Sob o sol ameno de primavera, um grupo de aproximadamente 20 pesquisadores empunhou faixas e cartazes contra os cortes de recursos para a Ciência e chamando a atenção para a importância da ciência em todas as instâncias sociais, neste domingo (24), em Natal (RN). A coordenação da Marcha pela Ciência é da Secretaria Regional da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência SBPC-RN.

“Nossa ideia é realizar uma marcha por mês em locais de grande concentração de pessoas para que elas compreendam a importância da ciência e saibam do absurdo que é o contingenciamento dos recursos que esse governo tem feito.” (Marta Pernambuco)

Os pesquisadores “pegaram carona” no evento realizado pela prefeitura e que reuniu ciclistas de várias idades. Posicionados numa espécie de entrada para a concentração dos ciclistas, os cientistas conseguiram que sua mensagem fosse vista por muitas pessoas. Vários ciclistas pararam para ler os cartazes e fizeram selfies com os cientistas ao fundo.

A SBPC quer intensificar as manifestações em todo o país, informou a conselheira Marta Pernambuco (destaque).

“Nossa ideia é realizar uma marcha por mês em locais de grande concentração de pessoas para que elas compreendam a importância da ciência e saibam do absurdo que é o contingenciamento dos recursos que esse governo tem feito”, afirmou a professora Marta Pernambuco, do Conselho Nacional da SBPC. A professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte refere-se ao contingenciamento de recursos que tem sido aplicado ao Ministério da Ciência, Tecnologias, Inovação e Comunicações, pasta responsável pelo fomento a grande parte das pesquisas realizadas no país.

Em outubro, a Marcha pela Ciência será durante o evento de exposições artísticas e científicas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e em novembro, a programação ainda não está definida, informou a conselheira.

Caminhando atrás do passeio ciclístico, o grupo percorreu um pouco mais de um quilômetro. Veja mais fotos.

Mônica Costa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital