Escola sem partido é escola sem ciência Ciência no Debate das Ideias

terça-feira, 16 outubro 2018
Foto: Pedro Ribas/Fotos Públicas

A ideia de uma escola sem partido é uma opinião distorcida sobre o conhecimento da realidade e da história

Chamar de “escola sem partido” o projeto que pretende abolir o pensamento e o trabalho crítico nas escolas de ensino fundamental é um eufemismo ideológico, que induz a sociedade ao erro. Essa é a ideia central do professor Alípio DeSouza Filho na coluna dessa semana.

Ele explica que a opinião acerca de uma escola sem partido é distorcida em relação ao pensamento crítico. Para ele, o que esse projeto gostaria de implementar, na verdade, seria uma escola sem ciência.

Ciência é o pensamento crítico porque é o conhecimento da realidade, do mundo, da história. Nesse sentido, é o esclarecimento da sociedade, em todas as dimensões da vida humana.

Veja a coluna:

Veja a coluna anterior: O que representam as universidades?

Alípio DeSousa Filho

Uma resposta para “Escola sem partido é escola sem ciência”

  1. Alguém q ousa questionar disse:

    Creio que não se deve omitir do estudo da história todas as versões dos fatos históricos. Assim, pensamento crítico é possibilitar que o aluno verifique que, em tudo que ocorre no processo civilizatório humano, há sombra e há luz, há contribuições e retrocessos. Não há bandidos de um lado e heróis do outro. A humanidade precisa amadurecer e não o fará sem que cada um, de acordo com os valores que carrega (familiares, sociais e afins), possa exercer o seu juízo de valor. Escola sem partido deve ser aquela que não oferte conclusões enlatadas e isso contribui sim para a evolução do debate, da sociedade, da humanidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital