Qual a importância de Macunaíma para a cultura brasileira? Diversidades

segunda-feira, 22 julho 2019

Colunista reflete sobre a obra de Mário de Andrade consagrada por abordar o multiculturalismo brasileiro

Nessa edição da coluna Diversidade, o professor Ricardo Alexino Ferreira faz uma reflexão sobre a importância dessa obra. Segundo ele, como modernista que era, “Mário de Andrade queria fazer uma crítica à cultura europeia e, ao mesmo tempo, exaltar a cultura indígena, que, para ele, era a essência do Brasil”. Escrita em seis dias e publicada em 1928, a obra tem como uma de suas características a renovação da linguagem brasileira, ao tratar tempo e espaço como entidades arbitrárias.

Macunaíma: O herói sem nenhum caráter foi transformado em filme, pelas mãos de Joaquim Pedro de Andrade, em 1969, e também foi personagem de peças teatrais. Trata-se, de acordo com especialistas, de uma das mais importantes obras brasileiras sobre a cultura nacional, “ou aquilo que alguns chamam de multiculturalismo”.

Ouça a coluna:

Crédito: Rádio USP

A coluna Diversidades é atualizada às segundas-feiras. Ouça, opine, compartilhe e curta. Use a hashtag #Diversidades. Estamos no Facebook (nossaciencia), Twitter (nossaciencia), Instagram (nossaciencia) e temos email (redacao@nossaciencia.com.br).

Ouça a coluna anterior: Maior rigor contra o crime de racismo

Ricardo Alexino Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital