Redobrando os esforços Ciência Nordestina

terça-feira, 5 novembro 2019

Facepe lança edital de apoio emergencial para estudos de impactos e mitigação da contaminação por petróleo no litoral de Pernambuco

O país inteiro viu pela TV e internet as cenas de mais um crime ambiental brasileiro, quando foram noticiadas a presença das primeiras manchas de petróleo no litoral nordestino. A reação imediata foi a de uma grande comoção popular, que levou centenas de voluntários às praias, o que se juntou ao apoio das forças armadas. No entanto, ainda não se sabe se este aporte será suficiente para conter o derramamento que está por vir.

Em uma iniciativa extremamente louvável, a Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe) lançou um edital de apoio emergencial para estudos sobre impactos e mitigação desta grave contaminação do petróleo nas praias pernambucanas. As áreas temáticas de interesse para o edital são:

  1. Mecanismos de contenção e desenvolvimento de tecnologias para reutilização do material coletado;
  2. Caracterização e Mapeamento (localização, mobilidade, modelagem matemática);
  3. Monitoramento (resposta da fisiografia; caracterização físico-química: água, solo e sedimento; caracterização da radiação);
  4. Impactos sobre ecossistemas (corais, manguezais, estuários, praias, bancos de gramas marinhas);
  5. Impactos Socioeconômicos, envolvendo os pescadores e comunidades ribeirinhas, turismo de base comunitária e implicações jurídicas;
  6. Tratamento, Remediação físico-química, Biorremediação, Disposição e Aproveitamento do óleo removido;
  7. Impacto na saúde pública e segurança alimentar.

Com isso, tem-se a esperança de redobrar os esforços da população e também de toda academia para o enfrentamento deste processo (que envolve a remoção, tratamento e o cuidados com as pessoas envolvidas).

Logo após este momento de remediação terá início o outro momento que se refere à busca pelos culpados deste grave crime ambiental. Nosso país precisa muito menos de autoridades em helicópteros dando diagnósticos e muito mais de ações imediatas e corajosas como estas do governo de Pernambuco. Sigamos lutando contra as graves implicações de mais um crime ambiental que atinge nosso povo.

Edital completo disponível em: http://www.facepe.br/wp-content/uploads/2019/10/Edital_FACEPE_-22-2019-PPE-Contamina%C3%A7%C3%A3o-Petr%C3%B3leo.pdf

A coluna Ciência Nordestina é atualizada às terças-feiras. Leia, opine, compartilhe e curta. Estamos no Facebook (nossaciencia), Twitter (nossaciencia), Instagram (nossaciencia) e temos email (redacao@nossaciencia.com.br). Use a hashtag CiênciaNordestina.

Leia o texto anterior: A parábola do futebol

Helinando Oliveira é Professor da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) desde 2004 e coordenador do Laboratório de Espectroscopia de Impedância e Materiais Orgânicos (LEIMO).

Helinando Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital