Reitores de Alagoas repudiam Escola Sem Partido Educação

quinta-feira, 29 novembro 2018
Foto: Pedro Ribas/Fotos Públicas

Reitores da Uneal, UFAL e IFAL divulgam carta alertando sobre as consequências dessa proposta que será julgada no STF

Os reitores Odilon Máximo de Morais, da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Maria Valéria Costa Correia, da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e Sérgio Teixeira Costa, do Instituto Federal de Alagoas (IFAL) divulgaram uma carta à sociedade alagoana alertando sobre as consequências da proposta “Escola Sem Partido”.

Nos próximos dias, o Supremo Tribunal Federal (STF) julgará em plenário a Ação Direta de Inconstitucionalidade deste projeto. No documento, os reitores ressaltam “ser fundamental que as IES públicas de Alagoas oponham-se a esta proposta e que façam adesão a esta frente de resistência, via suas respectivas associações nacionais”.

No texto, os reitores mencionam serem sabedores da “importância que a laicidade, a liberdade de cátedra e a Ciência renderam à humanidade”. E alertam: “caso tenhamos aprovado projeto como este, é a quebra da autonomia do professor em sua sala de aula. Configura-se, dessa maneira, a possibilidade de um estado policialesco em que estudantes serão encorajados, mais do que já estão, a construir movimentos de linchamento moral público contra professores como método de censura. Compreendemos este estado de coisas como inaceitável e um retrocesso inadmissível”.

Veja a carta na íntegra.

Fonte: Ascom Uneal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital