Sol, Lua e carnaval #HojeÉDiadeCiência

sexta-feira, 2 fevereiro 2018

O carnaval é uma festa antiga que não obedece uma data fixa e muitas pessoas não sabem o motivo. Veja as explicações para tais mudanças e como elas se relacionam com a astronomia

Todo o ano é a mesma coisa. Algumas pessoas chegam a ficar irritadas. Afinal, por que o Governo teima em mudar a data do carnaval todo ano?

Bem, neste caso, pelo menos, o Governo não é o responsável… O carnaval é uma festa muito antiga e suas verdadeiras origens ainda são alvo de controvérsias, mas o fato é que a festa se difundiu, de diferentes modos, em várias partes do mundo.

O equinócio da primavera no Hemisfério Norte interfere na data da celebração da páscoa. (Google Imagens)

Nos países cristãos do hemisfério Norte o carnaval servia para anunciar um novo ano e comemorar a chegada da primavera. Estava ligado às estações do ano. Nós herdamos essa tradição, embora, no Brasil, esse período não corresponda às comemorações pelo fim do inverno, mas sim ao começo do outono.

A pergunta certa

Para saber em que data vai cair o carnaval devemos nos perguntar quando se comemora a Páscoa daquele ano. Os primeiros cristãos comemoravam a ressurreição de Jesus num domingo e desde então esse dia da semana passou a ser considerado uma lembrança do “mistério da Páscoa”, a ressurreição.

Para que correspondesse à data aproximada em que o evento ocorreu, estudiosos do calendário decidiram que a Páscoa deveria ser comemorada quando acontecessem dois fenômenos celestes: a Lua Cheia e o início da primavera do hemisfério Norte – ou o “equinócio da primavera boreal”.

É mesmo uma bela ocasião. Durante os equinócios a luz do Sol é distribuída uniformemente por todo o planeta e a Lua Cheia não deixa que as noites fiquem muito escuras.

o I Concílio de Niceia determinou os critérios para escolha da data da páscoa. (Google Imagens)

A Páscoa é também o fim da Quaresma, que significa um período de quarenta dias. Desde os primórdios do cristianismo todo o ciclo de festas móveis dependia da data da Páscoa. Com o passar do tempo, a tradição se fortificou e por isso é até absurdo tentar fixar a data do carnaval, retirando-a deste ciclo milenar.

Mesmo assim, a Páscoa nem sempre coincide com a data que seria obtida se sua definição seguisse critérios puramente astronômicos. No ano de 325 d.C., o Concíclio de Niceia determinou que a Páscoa aconteceria no “primeiro Domingo depois da primeira lua cheia que ocorre após o equinócio da primavera boreal”.

Festas cristãs móveis

Não somente o carnaval, cuja Quarta-feira de Cinzas marca o início da Quaresma, mas também o Domingo de Ramos, a Sexta-feira da Paixão e o Corpus Christi, entre outras datas, variam ano após ano, conforme a Páscoa.

Abaixo, as próximas datas da Páscoa e do carnaval, e também quantos dias você tem que somar ou subtrair para chegar a outras datas móveis importantes. Guarde-as consigo se desejar antecipar seus preparativos para os próximos carnavais e, acima de tudo, não permita que alguém reclame outra vez sobre a inconstância das datas.

Mostre a esse pessoa que a data da Páscoa (e, portanto, do carnaval) segue uma tradição preservada por muitos séculos, mesmo num país jovem e onde as constantes mudanças nem sempre têm sido úteis para construirmos um lugar melhor.

Autor: José Roberto de Vasconcelos Costa

 

Gostou da coluna? Do assunto? Quer sugerir algum tema? Queremos saber sua opinião. Estamos no Facebook (nossaciencia), Twitter (nossaciencia), Instagram (nossaciencia) e temos email (redacao@nossaciencia.com.br). Use a hashtag #HojeeDiadeCiencia.

Leia o texto anterior: Sensacionalismo astronômico.

 

José Roberto de Vasconcelos Costa, de Astronomia no Zênite - www.zenite.nu

Os comentários estão desativados.

Site desenvolvido pela Interativa Digital