Preparando-se para o futuro iminente Empreendedorismo Inovador

quarta-feira, 13 maio 2020

Conheçam a 9W, uma ferramenta com a qual poderemos brincar com possibilidades de futuro, quando a derivada da curva de contaminação iniciar seu declínio

No artigo Adiantando o futuro usando o passado  e, mais recentemente, em IX Congresso de Educação Orientada a Holografia, utilizo a ferramenta mais amada por aqueles que assistiam minhas aulas de TRIZ: a Nine Windows. Para os íntimos, 9W.

E é fácil dizer o porque da predileção. Adoramos tudo aquilo que nos dá poder e é de fácil uso (deixo os exemplos mentais para vocês). Imagine poder fazer um planejamento estratégico mental utilizando apenas o símbolo de hashtag (#), carinhosamente também chamado de “jogo da velha”, embora nunca tenha visto uma idosa jogando isso…

Dado o poder e carisma da 9W – validada por mais de 200 alunos (da graduação e da pós), com quem tive a satisfação de trocar figurinhas -, pensei em utilizá-la nesse encontro de número 94 para apresentar ao leitor uma ferramenta com a qual poderão brincar com possibilidades de futuro, que estarão por começar quando a derivada da curva de contaminação iniciar seu declínio.

Uma vez que nossa fisiologia cerebral é binária – já que os neurônios são bits biológicos que disparam ou não, o que reflete consciente ou inconscientemente em nossas ações -, essa condição on/off faz o mesmo com nossas escolhas. Logo, filosoficamente falando, temos 50% de chances de acertar em uma dada escolha, daí ficarmos impressionados com os visionários “que acertam” e esquecer os que erram. Mas posso garantir a vocês: o número de ambos é o mesmo.

Deixando de lenga-lenga, vamos todos ser visionários e utilizar a 9W para ajudar em nosso planejamento estratégico de futuro-iminente, já que temos 50% de chance de ter uma boa dianteira. Garanto que o passeio será legal. 

Montando a 9W

A construção mais detalhada da 9W pode ser vista no artigo que inicia esta aula condensada ou em uma novidade que deixo aqui para vocês: um vídeo meu no Youtube.

Preenchendo a 9W

9W – Nine Windows

Coluna Presente

Vamos começar pelo estado atual das coisas: o impacto da pandemia em minha atividade profissional, no sistema em que estou imerso. Vou chamar de Atividade (COVID). Como este é o ponto de início de planejamento do sistema atual, vai para o centro da 9W, ganhando a posição 1. Este é o meu projeto em nível de sistema. Agora eu olho para baixo, para o que compõe minha atividade, o meu sistema, e encontro o subsistema, que ganha a posição 2. Uma atividade convencional para ser executada é composta por várias coisas: ferramentas (computadores, artefatos), artesanato, produtos etc., as quais são realizadas em oficinas, escritórios, ateliês, para citar alguns locais. Voltando à posição 1, olho para cima e encontro o contexto em qual minha atividade se encaixa: vejo então o supersistema. Esta quadrícula recebe o número 3. No tempo presente, minha atividade, minhas ferramentas, meu local de trabalho estão imersos no supersistema empresa, que está em uma cidade, cujas informações “moram” em algum tipo de banco de dados (BD). Um RH; o banco onde tenho conta; um ERP (Enterprise Resource Planning), por exemplo.

Coluna Passado

Indo ao início de meu planejamento, a quadrícula 1, dou um passo atrás e chego à quadrícula 4, à forma de como meu trabalho era feito no passado. Surprise: totalmente presencial. Do mesmo modo como fiz na coluna do presente, olha para baixo e consigo enxergar as ferramentas que compunham meu “ofício”: ferramentas, bancada de marceneiro, fresadora, máquina costura, de escrever Remington, escrivaninha, “birô”, muito papel e carimbo. Todo tipo de hardware. Esta quadrícula recebe o nº 5. Da posição 4, olhando para cima, me vejo no supersistema escritório/oficina/atelier em alguma rua do Recife. A rua da Concórdia era meu sonho de consumo: todas as eletrônicas estavam lá. Pensava em ter uma loja pra montar equipamentos eletrônicos avançados (não sei bem o que seria isso hoje). Na ordem, a quadrícula de minha loja então vai de 6.

Na casa de minha mãe tem uma dessas!

Coluna Futuro

Essa é a mais difícil, pois não existe. Aqui é que seu “poder de jogar uma moeda” tem de mostrar para que veio. É o negócio da “escolha binária” que falei lá na introdução. Como você passeou pelo passado de seu negócio, comeu pãozinho com brainstorming, recomendo juntar mais uns dois ou três “parsas” e utilizar o app ou Baralho planning poker Scrum para estimar e ponderar todas as ideias do grupo. Peça para que todos “viajem alto”, e depois balize as ideias com números.

Da posição 1, avancemos para o futuro. Darei o número 7 para esta quadrícula. Ao que tudo indica, seu trabalho será um misto entre presencial e à distância. Não sei em que proporção, mas o “novo” normal aponta para uma intensificação do uso da rede. Assim, quanto mais rede você utilizar, menos presente você necessitará fazer-se. 

Da posição 7, olhamos para baixo e vemos o que comporá o subsistema da quadrícula 8: plataformas de ambientes de trabalho virtual e ferramentas para avaliação de desempenho, seu e de seu negócio, deverão surgir aos montes. Você ganhará um entrada USB em algum lugar da cabeça. Ok, poderá ser virtual, pois é mais discreto. Seu trabalho como “marqueteiro” aumentará enormemente, pois grande parte do Mercado aprendeu, pela dor, que se não estiver na rede estará fora da vitrine e portanto morto. Assim, as ferramentas desta quadrícula serão WEB e Mkt.

Voltando à posição 7, olhamos para cima para descobrir o que construiremos e onde estaremos imersos. Para esse supersistema do futuro dou o derradeiro 9. Olhando meu presente e meu passado, posso inferir algumas coisas: (i) os que possuem ofícios únicos, sempre sobreviveram; (ii) sempre tivemos oficinas; (iii) o “povo” gosta de pegar, sentir as coisas; (iv) gostamos de exclusividade; (v) interação, mais do que nunca, é imprescindível. Desprezamos isto quando tínhamos. Estamos, incrivelmente, voltando para o mundo de nossos avós, em que as coisas vão ter que respeitar um paradoxo interessante: serem customizáveis e escaláveis ao mesmo tempo. Assim, para quadrícula 9, vamos precisar de FabLab’s alugados por uso/hora para produzir artefatos próprios para cada CPF. Para isso acontecer, teremos que escalar as máquinas e não os produtos. Necessitaremos de flagship stores para testar/provar coisas customizadas. De coworkings para interagir e centros de distribuição para entregar todo tipo de coisa, as quais serão abastecidos por grandes lojas. A logística para gerenciar tudo isto precisará de um super BI. Não teremos mais limitação geográfica. Observe que a WEB será lei!

Um possível futuro.

Finalizando…

Ilustrei o poder da ferramenta 9W partindo de uma situação genérica. Seu mergulho tem de ser feito de acordo com sua atividade atual, ou para a qual você deseja migrar, e de modo bem detalhado. Você terá de comer pão com brainstorming no café da manhã, pois o mundo será de quem se alimentar melhor e sair primeiro.

Vídeo 9W

Referências:

Baralho planning poker Scrum (https://en.wikipedia.org/wiki/Planning_poker)

Flagship stores (https://www.blogsenacsp.com.br/flagship-store/)

A coluna Empreendedorismo Inovador é atualizada às quartas-feiras. Gostou da coluna? Do assunto? Quer sugerir algum tema? Queremos saber sua opinião. Estamos no Facebook (nossaciencia), Twitter (nossaciencia), Instagram (nossaciencia) e temos email (redacao@nossaciencia.com.br). Use a hashtag #EmpreendedorismoInovador.

Leia a edição anterior: BID, uma alternativa aos Parques Tecnológicos

Gláucio Brandão é gerente executivo da inPACTA, incubadora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Gláucio Brandão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital