Universidades do nordeste defendem a democracia Geral

segunda-feira, 15 outubro 2018

UFRN, UFPE, UFC e Univasf se manifestam contra a violência, em defesa da liberdade e dos direitos humanos

Atualizada em 16/10/2018 – 19h47

As reitorias das Universidades Federais do Rio Grande do Norte (UFRN) , de Pernambuco (UFPE), do Ceará (UFC) e do Vale do São Francisco (Univasf) divulgaram notas manifestando suas posições contra a intolerância e em defesa da democracia. Os dirigentes das duas instituições se mostram preocupados com “a disseminação de atos de constrangimento e violência física e moral, ocorridos em todo o país por motivação político-eleitoral”.

A reitora Ângela Maria Paiva Cruz e o vice-reitor José Daniel Diniz Melo, ambos da UFRN, assinam o documento que expõe “a postura em defesa da pluralidade de pensamento e de respeito às liberdades políticas e individuais, ao mesmo tempo em que repudia veementemente todo ato de violência a qualquer cidadão brasileiro”.

No manifesto divulgado pela UFPE, o reitor Anísio Brasileiro e a vice-reitora Florisbela Campos se posicionam a favor de uma universidade gratuita, de qualidade, autônoma e socialmente referenciada. “Os brasileiros devem abraçar ideias que defendam uma nação inclusiva, justa, capaz de superar os desequilíbrio”, diz o documento.

Veja os textos na íntegra:

A UFRN contra a intolerância e na defesa da Democracia

Em defesa da universidade pública e da democracia

A Universidade e sua vocação para a luta democrática

Univasf em defesa do estado democrático de direito

Edna Ferreira

Uma resposta para “Universidades do nordeste defendem a democracia”

  1. Arnaldo Cotia Mariz disse:

    Por uma universidade gratuita, de qualidade, autonoma e socialmente referenciada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital