A violência contra professores Diversidades

segunda-feira, 5 agosto 2019
Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Os problemas de violência que as escolas brasileiras enfrentam são multifatoriais – um deles é a dificuldade dos pais em educar seus filhos no ambiente familiar

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) realizou uma pesquisa com mais de 100 mil professores e diretores de escola dos ensinos fundamental e médio sobre a violência em salas de aula. Nesse quesito, a liderança é ocupada pelo Brasil, seguido pela Estônia e pela Austrália. Ao responderem à enquete, 12,5% dos professores disseram ser vítimas de agressões verbais ou de intimidação de alunos pelo menos uma vez por semana.

Segundo o professor Ricardo Alexino Ferreira, a pesquisa sinaliza a necessidade de mudanças que ainda chegam lentamente nos diferentes ambientes escolares.”Enquanto isso, em muitos cantos do país a escola tem sido um local de guerra e de cumprimento de formalidades”, afirma.

Ouça a coluna:

Crédito: Rádio USP

A coluna Diversidades é atualizada às segundas-feiras. Ouça, opine, compartilhe e curta. Use a hashtag #Diversidades. Estamos no Facebook (nossaciencia), Twitter (nossaciencia), Instagram (nossaciencia) e temos email (redacao@nossaciencia.com.br).

Ouça a coluna anterior: A Revolta da Chibata: um movimento social importante

Ricardo Alexino Ferreira

Uma resposta para “A violência contra professores”

  1. Gláuciio Brandão disse:

    Saudações Professor Ricardo!

    A fonte dessa violência é óbvia: os Governos passados promoveram o desmonte da família, aquela que realmente educa.
    Estamos no momento das consequências.

    Cordialmente,
    Prof. Gláucio Brandão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Site desenvolvido pela Interativa Digital